Primeiro gomo do telhado aberto sem as telhas e a retirada da estrutura do lanternim que ainda estava no topo do telhado.

Após a remoção das telhas do primeiro gomo do telhado, foi possível ter uma noção mais clara do comprometimento do madeiramento do telhado: ripas, caibros, baldames, linhas.....

A madeira estava muito prejudicada por cupins e infiltrações.

Neste momento houve uma reavaliação dos devidos custos dos trabalhos e materiais que realmente precisariam ser substituídos.

Inicialmente o primeiro gomo recebeu chapas metálicas para proteção do interior da igreja, que mais tarde, vendo que os demais gomos estavam também comprometidos - foi mais eficiente então a proteção com a lona.

Neste momento também foi removida a estrutura da base do lanternim - que ainda estava no topo da igreja.

Conteúdo / coleta de dados / fotos: Christiane Lindner - Marketing do Restauro e construção do livro do restauro.

Apoiadores / Parceiross